NOTÍCIAS

Matriz Analítica do OIAPSS é utilizada como referência para traçar panorama da saúde brasileira no cenário ibero-americano

Com objetivo de traçar um panorama da saúde brasileira no cenário ibero-americano, que compreenda seus avanços e debilidades, o Telessaúde SC produziu uma reportagem especial baseada nos dados da Matriz Analítica do Observatório Ibero-Americano de Políticas e Sistemas de Saúde (OIAPSS).

A reportagem ouviu a coordenadora do projeto Matriz, Eleonor Conill e o coordenador geral do OIAPSS Silvio Fernandes que, além de apresentarem o processo de desenvolvimento da Matriz, citaram os principais resultados da pesquisa envolvendo a evolução dos seus indicadores, seus determinantes sociais, principais condicionantes e desempenho.

Eleonor destacou o potencial da Matriz como uma ferramenta capaz de auxiliar a tomada de decisão dos gestores e ser utilizada dentro dos conselhos de saúde na hora de defender uma direção do país ou de planejar campanhas.

“Afinal, o que realmente importa em um sistema de saúde? Para o usuário, importa ser atendido rápido e resolver seu problema, mas para gestores, para os políticos que decidem, eles deveriam ter conhecimento desses dados, para construir um sistema que atenda bem e rápido, mas bem e rápido na direção de uma saúde melhor”.

Para Silvio, as condições socioeconômicas, como renda, trabalho e educação são parâmetros importantes para pensar a qualidade de um sistema de saúde.  Ele ressalta a necessidade de reconhecer os avanços baseados nos determinantes socioeconômicos e garantir que os direitos da população não sejam afetados.

“Nesse momento de crise econômica e de turbulência política, esses dados (confira os dados na página 10 da reportagem) devem servir de alerta à sociedade e aos agentes políticos para que a proposição de soluções para a crise não comprometa, e, ao contrário, amplie, essas conquistas.”

Confira aqui a reportagem completa.

Telessaúde 

O Telessaúde SC é um programa de educação permanente do Ministério da Saúde voltado para os profissionais da Atenção Básica, desenvolvido através da Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina (SES/SC) e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por meio do Departamento de Saúde Pública (SPB/UFSC). O objetivo do Telessaúde SC é apoiar a decisão clínica e promover educação permanente aos profissionais que atuam na Atenção Básica do Estado, através de serviços como teleconsultorias, webpalestras, fóruns de discussão, Segunda Opinião Formativa e outros.

Para conhecer mais sobre o trabalho do Telessaúde, acesse: telemedicina.saude.sc.gov.br

 

resep